Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Jesus

PESACH - DAS TREVAS À LUZ

A páscoa representa para muitas pessoas um ótimo momento para dar e receber presentes. Cada vez mais pessoas associam a páscoa ao consumismo ou ao lucro, principalmente aqueles que encontram nesta data a oportunidade de vender doçuras de chocolate.     Na contramão das influências comerciais e do consumismo frenético, a Bíblia Sagrada apresenta a primeira celebração de Páscoa na história da humanidade. No livro de Êxodo (capítulo 12) encontramos o líder Moisés instruindo o povo hebreu quanto ao ritual que representaria o grande livramento (saída do Egito) que Deus lhes concederia. Longe de coelhos, ovos e chocolates, a realidade da primeira páscoa se desenrola com um cordeiro perfeito, seu sangue, fogo, pães sem fermento e ervas amargas. Segundo Moisés: “quando vossos filhos vos perguntarem: que ritual é este? Vocês responderão: Esta é a Pessach (Páscoa) do Senhor” – Ex 12:26-27. Portanto, a primeira Páscoa foi orquestrada em um ritual que representou a verdade di

SEXTA-FEIRA SANTA: A MORTE NA CRUZ

Chegamos à Sexta-feira Santa ou Sexta-feira da Paixão, momento no qual os pecados e transgressões da humanidade pesaram sobre Jesus, colocando-o em cadeias, castigo de açoites e culminando com sua morte na cruz (João 18:1-40).  Sobre ele pesava toda injustiça, o preço da nossa dívida (Colossenses 2: 14-17), a dor da traição e a tristeza de quem foi abandonado pelos seus próprios amigos. Ademais, na cruz lhe aguardava o silêncio do próprio pai (Mateus 27:46). Jesus representa a dor de todas as pessoas injustiçadas em qualquer lugar e tempo. Pessoas perseguidas e discriminadas, excluídas e escravizadas, na cruz representadas pelo cordeiro pascal oferecido como sacrifício perfeito e eterno. É incontestável dizer que na sua dor o perdão fluiu, no seu sofrimento a cura surgiu e na sua morte a graça extravasou.  "O EXTRAVASO DA GRAÇA"! Sim, é o que se pode dizer desta sexta-feira da paixão. Sem murmurar, sem lamentar, sem nem mesmo hesitar, a entrega foi perfeita e plen